Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Banco Mundial aprova financiamento para revitalização do Centro e 4º Distrito

Banco Mundial aprova financiamento para revitalização do Centro e 4º Distrito

O Conselho de Administração do Banco Mundial aprovou um empréstimo de 77,76 milhões de euros para a Prefeitura de Porto Alegre, visando financiar o projeto Centro+4D. O objetivo é revitalizar e transformar o núcleo central da cidade, por meio de investimentos que melhorem a acessibilidade, as condições de vida e promovam intervenções positivas.

O projeto contemplará a implementação de melhorias nas áreas de mobilidade urbana, redução de riscos de alagamento, criação e aprimoramento de espaços públicos e áreas verdes, além da revitalização de equipamentos públicos e edificações históricas. Também está previsto um plano de turismo cultural. A iniciativa busca oferecer oportunidades de participação cidadã, responsabilidade social e inclusão socioeconômica de grupos e indivíduos vulneráveis.

O prefeito Sebastião Melo comemorou a aprovação do investimento, destacando que faz parte da transformação econômica e social que está ocorrendo no Centro Histórico e no 4º Distrito. Ele ressaltou o compromisso em buscar novas parcerias para ampliar as obras necessárias e melhorar os serviços e espaços públicos da cidade, sempre visando melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Fonte: Terra


O projeto Centro+4D será cofinanciado pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) em conjunto com o Banco Mundial. Serão disponibilizados recursos complementares no valor de €51,84 milhões, além da contrapartida do Município de Porto Alegre no montante de R$164,9 milhões. O prazo de pagamento da operação será de 35 anos, com um período de carência de 5 anos.

O nome do projeto faz referência aos programas Centro+ e +4D, que têm como objetivo revitalizar tanto o Centro Histórico quanto o 4º Distrito de Porto Alegre. Essas regiões possuem localização estratégica, infraestrutura instalada, concentração de empregos e oportunidades, porém enfrentam desafios e demandas históricas nas áreas espacial, socioeconômica e de gestão urbana.

O diretor do Banco Mundial para o Brasil, Johannes Zutt, destaca a riqueza histórica de Porto Alegre e ressalta a importância de aproveitar as vantagens estratégicas do Centro Histórico. Ele afirma que intervenções selecionadas nessa área serão essenciais para promover uma transformação de longo prazo, visando a melhoria do bem-estar da população porto-alegrense.

Fonte: ONU

Com a aprovação do financiamento, o Centro de Porto Alegre está prestes a vivenciar uma nova realidade. O objetivo é unir a preservação do patrimônio histórico, cultural e arquitetônico com as melhores práticas de sustentabilidade, inovação, planejamento e gestão de espaços urbanos. Essa visão é compartilhada pelo secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, responsável pela negociação do financiamento.

Após a aprovação da carta consulta, o processo de obtenção do financiamento externo entra na fase de preparação. Durante essa etapa, são realizadas reuniões periódicas para discutir e adequar os projetos aos critérios estabelecidos pelos agentes financeiros. Uma vez superada essa fase, a proposta de financiamento, juntamente com os projetos, é submetida ao conselho do agente financeiro, que decide se a negociação e a preparação dos projetos devem prosseguir. Em seguida, o projeto de lei autorizativo é protocolado e votado na Câmara Municipal.

Após a autorização do Legislativo, inicia-se o processo de negociação envolvendo a prefeitura, o agente financeiro, a União e o Senado Federal. Essas etapas antecedem a assinatura dos contratos e a liberação dos recursos para os investimentos. Todo o processo é necessário para garantir a transparência e o devido cumprimento das exigências legais e financeiras.

Marcações: