Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Juiz identifica “indícios” de ligação com Lira e envia caso dos kits de robótica para o STF

Juiz identifica “indícios” de ligação com Lira e envia caso dos kits de robótica para o STF

O juiz federal substituto Roney Raimundo Leão Otilio, da 2ª Vara da Justiça Federal de Alagoas, decidiu encaminhar o caso dos kits de robótica, conhecido como investigação Hefesto, ao Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão foi baseada nos indícios de participação nos delitos investigados de um congressista, que neste caso é o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Fonte: APE-AL

Devido ao foro privilegiado dos membros do Congresso, cabe ao STF julgar essas infrações. Além disso, o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, também assumiu a atribuição de atuar no caso, conforme informado pelo Ministério Público Federal.

Fonte: IF

A operação Hefesto tem como objetivo aprofundar a investigação de um esquema de fraudes em licitações que ocorreu em 43 cidades de Alagoas. Inicialmente, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, não era alvo da ação, mas a investigação envolve aliados próximos dele. A Polícia Federal alega que houve direcionamento e superfaturamento de contratos para a aquisição de equipamentos de robótica destinados às escolas públicas, utilizando recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) repassados pelo governo federal. As fraudes teriam ocorrido entre os anos de 2019 e 2022.

Marcações: