Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Petrobras esclarece mudanças na política de dividendos da PETR4

Petrobras esclarece mudanças na política de dividendos da PETR4

A Petrobras esclareceu que, embora seu conselho de administração tenha solicitado à diretoria executiva a elaboração de uma proposta de aperfeiçoamento da política de remuneração aos acionistas, incluindo a possibilidade de recompra de ações, os estudos sobre o assunto ainda estão em andamento.

Até o momento, não houve nenhuma decisão por parte da diretoria executiva nem deliberação pelo conselho de administração sobre as mudanças na política de dividendos. A empresa reforça que qualquer definição nesse sentido será comunicada de forma transparente e em conformidade com as normas e regulamentações aplicáveis.

Fonte: suno


“A Petrobras esclarece que as informações relevantes foram devidamente divulgadas ao mercado e não há novos fatos a serem reportados”, afirmou a empresa em comunicado oficial.

A manifestação da Petrobras veio em resposta a uma notícia veiculada pela agência Broadcast, que mencionava fontes indicando que os dividendos da empresa poderiam se manter em níveis de “dois dígitos”, referindo-se ao retorno gerado pelos proventos em relação ao preço das ações, conhecido como dividend yield.

Essa indicação sugeria que o valor dos dividendos distribuídos pela Petrobras poderia ser pelo menos 10% para os investidores da empresa. No entanto, a Petrobras esclareceu que não houve decisões definitivas sobre a política de dividendos e que os estudos e análises estão em curso. A companhia reafirmou seu compromisso em fornecer informações atualizadas e transparentes aos acionistas e ao mercado.

Fonte: Infomoney


A Petrobras emitiu um comunicado afirmando que considera as informações relevantes já devidamente divulgadas ao mercado, não havendo nenhum fato novo a ser reportado no momento.

Esses esclarecimentos da Petrobras surgiram em resposta a uma notícia veiculada pela agência Broadcast. A matéria citava fontes que indicavam que os dividendos da Petrobras poderiam permanecer em patamares de “dois dígitos”, referindo-se ao retorno gerado por esses proventos em relação ao valor das ações, conhecido como dividend yield.

Em resumo, a informação dava a entender que a relação entre os dividendos distribuídos pela Petrobras e o preço das ações poderia ficar em pelo menos 10% para os investidores da empresa. No entanto, a Petrobras ressaltou que não há decisões definitivas sobre a política de dividendos e que os estudos e análises estão em andamento. A empresa reafirmou seu compromisso em fornecer informações transparentes e atualizadas aos acionistas e ao mercado.