Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Polícia Federal combate desvio de recursos públicos no SUS

Polícia Federal combate desvio de recursos públicos no SUS

Nesta quinta-feira (6/7), a Polícia Federal deflagrou a Operação Teste Rápido com o objetivo de combater desvios de recursos públicos do Sistema Único de Saúde (SUS). A ação envolve a cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Aparecida de Goiânia/GO, Goiânia/GO e Senador Canedo/GO, expedidos pela 11ª Vara Federal Criminal da Justiça Federal.

O foco da operação é reunir provas adicionais para reforçar os indícios de que o ex-Secretário Municipal de Saúde do Município de Senador Canedo/GO teria desviado recursos públicos do SUS por meio de contratações irregulares em conluio com uma empresa específica. Suspeita-se que houve superfaturamento nos valores de produtos fornecidos por essa empresa, aproveitando-se da situação de emergência gerada pela pandemia de COVID-19.

Fonte: PF

Uma empresa que não possuía experiência no fornecimento de produtos médicos e estava ligada a uma pessoa próxima ao então secretário de saúde foi contratada por meio de dois procedimentos de dispensa de licitação direcionados, totalizando aproximadamente R$ 1 milhão. Além disso, a investigação revelou a participação de outros agentes públicos municipais no esquema.

Fonte: Sintrafuje

As investigações tiveram início a partir de uma comunicação da Procuradoria Geral do Município de Senador Canedo/GO à Polícia Civil do Estado de Goiás. Foram identificados indícios de fraudes nos procedimentos de dispensa de licitação realizados com o objetivo de contratar emergencialmente materiais e serviços para o combate à pandemia de COVID-19. Devido à aplicação de recursos federais, incluindo recursos do SUS, a competência do caso foi atribuída à Justiça Federal.

Marcações: