Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Polícia investiga caso de garoto de programa suspeito de assassinar ao menos 11 clientes em São Paulo

Polícia investiga caso de garoto de programa suspeito de assassinar ao menos 11 clientes em São Paulo

Um homem de 35 anos, que trabalhava como garoto de programa, foi preso na quarta-feira sob suspeita de ter cometido dois homicídios em São Paulo. Após ser detido, o suspeito teria confessado os crimes e afirmado que cometeu mais assassinatos ao longo dos anos. Renato Teixeira da Silva foi capturado em Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, ele era procurado como autor de dois homicídios nos municípios de São Bernardo do Campo e Santo André. A investigação está em andamento para apurar a extensão das atividades criminosas do suspeito e identificar outras possíveis vítimas.

Fonte: UOL


Durante seu depoimento, o suspeito afirmou à polícia ter cometido nove assassinatos adicionais. Segundo seu relato oficial, as vítimas eram clientes que teriam sido atacados com golpes de faca ou veneno de peixe. Ele descreveu com frieza os detalhes dos crimes, revelando que os cometia quando se sentia contrariado. O delegado Roberto Krasovic, responsável pelo 6º DP de São Bernardo do Campo, relatou a impressionante tranquilidade do suspeito ao confessar os crimes. Ele revelou que, em um dos casos, o suspeito encontrou a vítima e a esfaqueou várias vezes após uma discussão.

O suspeito mencionou até mesmo a preferência por uma faca de 15 cm, já que não encontrou uma de 9 cm. Renato Teixeira, também conhecido como Bruno, afirmou que conhecia suas vítimas por meio de aplicativos de relacionamento. Segundo o delegado, ele mantinha um relacionamento com elas por algum tempo antes de cometê-los. O suspeito admitiu que suas vítimas eram homens e mulheres. Não há indícios, até o momento, de que seus atos estivessem relacionados a motivos financeiros.

O delegado informou que a investigação continuará com a confissão dos homicídios adicionais, e pediu que qualquer pessoa com informações relacionadas ao suspeito entre em contato com o 6º DP de São Bernardo do Campo.

Fonte: Wiki

A prisão do garoto de programa ocorreu após o desaparecimento de um homem em São Bernardo do Campo, no mês de dezembro de 2022. Os familiares da vítima registraram um boletim de ocorrência e as autoridades iniciaram as investigações.

Durante o processo, os investigadores descobriram que Renato havia entrado em contato com a proprietária do imóvel que ele alugava, confessando ter enterrado o corpo de uma pessoa naquela localidade. As autoridades foram até a residência e encontraram o cadáver da vítima desaparecida. A delegada Kelly Cristina Sacchetto Cesar de Andrade, da seccional de São Bernardo do Campo, destacou que o suspeito estava ciente de que era procurado e, por isso, se deslocava entre diferentes cidades, demonstrando não ter receio de ser capturado.