Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Terceiro suspeito de sequestro em Poço Verde se entrega à polícia

Terceiro suspeito de sequestro em Poço Verde se entrega à polícia


Terceiro suspeito de sequestro em Poço Verde se apresenta à polícia e é preso

Na tarde desta quinta-feira, 6 de julho, o terceiro homem suspeito de envolvimento no crime de extorsão mediante restrição da liberdade em Poço Verde se apresentou à delegacia da cidade e foi preso. A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE).

De acordo com a polícia, no dia 26 de junho, por volta das 22h, uma família inteira foi feita refém por três suspeitos em Poço Verde. Eles foram libertados apenas às 10h30 do dia seguinte, quando dois dos suspeitos foram ao banco para realizar saques, enquanto o terceiro permaneceu com a família. Durante o crime, uma das vítimas foi forçada a sacar R$ 40 mil.

Fonte: Infonet

Após o ocorrido, um dos envolvidos foi preso em flagrante no mesmo dia, enquanto os demais foram identificados. Na terça-feira, 4 de julho, foi cumprido um mandado de prisão contra o segundo envolvido, que estava prestes a comparecer a uma audiência no fórum da cidade. Agora, com a apresentação e prisão do terceiro suspeito, a investigação segue em andamento para esclarecer completamente o caso e responsabilizar os envolvidos.

Fonte: ssp


Em uma operação conjunta entre as equipes de Poço Verde e Simão Dias, o terceiro suspeito do crime ocorrido em Poço Verde foi localizado. As informações sobre sua localização foram recebidas na quarta-feira, 5 de julho, levando as equipes a realizar buscas na cidade de Simão Dias.

No dia seguinte, quinta-feira, 6 de julho, por volta das 14h, o terceiro envolvido se apresentou na Delegacia de Poço Verde acompanhado de seu advogado, e o mandado de prisão foi cumprido. Neste momento, todos os envolvidos estão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil reforça a importância da colaboração da população e solicita que informações e denúncias relacionadas a crimes sejam repassadas por meio do Disque-Denúncia, no número 181. O sigilo do denunciante será preservado, garantindo a segurança daqueles que colaboram com a investigação.